Resenha | Agora e para sempre, Lara Jean :: Jenny Han | Mãegnífica
Resenhas

Resenha | Agora e para sempre, Lara Jean :: Jenny Han

19 de julho de 2017

Se você me acompanha nas redes sociais – principalmente o Instagram – então sabe que fiquei muito feliz por receber o terceiro e último livro da série Para todos os garotos que já amei. Um dos meus YA favoritos, eu não poderia ficar mais eufórica e ansiosa para explorar os acontecimentos tão marcantes na vida de Lara Jean.
Lara Jean, que se tornou uma personagem excepcional, fora dos padrões atuais mas muito real e que me aproxima tanto da minha própria adolescência.
Vem conhecer, a fundo, minha opinião e experiência com Agora e para sempre Lara Jean, da autora Jenny Han.

Resenha Agora e para sempre Lara Jean

Agora e para sempre, Lara Jean (Always and forever, Lara Jean)
Autora: Jenny Han
Ano: 2017
Páginas: 304
Editora: Intrínseca
Amazon Fnac Livraria Cultura Saraiva
O último ano de Lara Jean no colégio não podia estar melhor: ela está apaixonadíssima pelo namorado, Peter; seu pai vai se casar em breve com a vizinha, a sra. Rothschild; e sua irmã mais velha, Margot, vai passar o verão em casa. Mas, por mais que esteja se divertindo muito — organizando o casamento do pai e fazendo planos para os passeios de turma e para o baile de formatura —, Lara Jean não pode ignorar as grandes decisões que precisa tomar, e a principal delas envolve a universidade na qual vai estudar. A menina viu Margot passar pelos mesmos questionamentos, e agora é ela quem precisa decidir se vai deixar sua família — e, quem sabe, o amor de sua vida — para trás.

Créditos: Intrínseca

Esta resenha contém spoilers dos livros anteriores

Lara Jean, finalmente, está vivendo os melhores dias da sua adolescência. Talvez o melhor período que a gente vive: amores, mudanças, família, decisões de um futuro promissor, tudo ao mesmo tempo!
Depois da aventura de ficar cara a cara com os cinco garotos que já amou, ter um relacionamento falso com Peter Kavinsky, se apaixonar pelo rapaz e um longo (e sombrio) período de confusão no relacionamento, está mais que na hora de Lara viver as águas mansas da vida amorosa.
Às vezes, Lara ainda não consegue acreditar que Peter é dela. O garoto mais bonito de todos os garotos bonitos é dela, só dela.
Agora, tudo conspira a seu favor.
E melhor vai ficando quando Lara vive seus últimos meses no ensino médio e se prepara para ingressar na faculdade. Mas não qualquer faculdade.
A UVA.
Lara nunca quis ir pra longe de casa, ela não é como sua irmã mais velha, Margot. O sonho de Margot era ir pra longe, sempre quis conhecer o mundo. A UVA tem suas muitas vantagens, além de estar a quinze minutos de casa, também tem Peter. Todo mundo ao seu redor acha que sua entrada na UVA é algo certo. Peter, Kitty, Margot, seu pai.

Quando você acha que algo não pode melhorar, ela se vê envolvida nos preparativos do casamento de seu pai com a srta. Rothschild. Trina Rothschild. Kitty não poderia ter ficado mais feliz, Lara está muito feliz porque seu pai está feliz mas há alguém que não ficou tão contente com a notícia.
Mas quando a esmola é demais, o santo desconfia. Não é esse o ditado? Com Lara não poderia ser diferente.

E para não dizer que minha boca é “santa”, Lara enfrenta algumas situações que mostram que nem tudo na vida são rosas. Nem tudo sai do jeito que planejamos e nem todo mundo estará ao nosso lado quando bem quisermos.
As pessoas ficam.
As pessoas vão.
Pra longe.
Pra muito longe.
Pra sempre.

Resenha Agora e para sempre Lara Jean

Como enfrentar sonhos destruídos, mudanças de planos (contra nossa vontade) e, mais ainda, enfrentar as consequências de cada nova decisão desses novos planos?
Lara vai descobrir que seu futuro depende completamente – e apenas – dela mesma. Quais decisões Lara tomará?

Alguém me segura porque se eu continuar digitando acabo contando mais do que devo. Como é difícil conversar com você sobre um livro que eu amei tanto sem me precipitar, exaltar e “dar com a língua nos dentes”.
Tentei ao máximo não estragar as surpresas que o livro te reserva..

Depois de uma experiência boa, mas não incrível, com Ps. Ainda amo você, eu fiquei muito mais curiosa com o desfecho que Jenny Han criaria para os personagens do que a oportunidade de passar mais um tempinho com eles.
Isso tudo porque o segundo livro não me cativou tanto como o primeiro – embora tenha recebido as merecidas cinco estrelas – e eu achava que não seria necessário um terceiro livro para encerrar o ciclo.
Ainda bem que eu estava enganada!

Resenha Agora e para sempre Lara Jean

Lara Jean continua a doce mas já não tão ingênua adolescente que ama fazer scrapbooks, à procura da receita dos cookies perfeitos e aprendendo, dia após dia, sobre relacionamentos, sobre Peter Kavinksy.
Eu gosto muito dessa personagem, desde o primeiro livro, e fico contente que a essência da Lara esteja intacta nesse último, a garota já com quase dezoito anos. Lara se destaca, principalmente, por ter características tão comuns que chega a ser real. Ela é uma personagem real. Como eu e você.
Lara me faz lembrar muito da minha adolescência. Talvez não só a minha mas de muitas mulheres dos anos 80/90. A vida era um pouco mais leve e ingênua à época e nessa série eu consegui relembrar muito do que fiz, vivi e vivenciei.

Peter Kavinksy está, ao meu ver, mais maduro, menos infantil que no primeiro contato – no primeiro livro – que tive com ele. Talvez pelo tempo que passamos juntos a gente consegue destacar as mudanças que o personagem sofre ao longo dos três livros. Em “Agora e para sempre, Lara Jean” é impossível não sonhar um pouquinho com relacionamentos de nossa própria adolescência.

Kitty, minha personagem favorita no primeiro livro, continua sendo minha personagem favorita, agora com onze anos. É a personagem mais teimosa, engraçada – sem ser idiota persistente -de personalidade forte, um pouco ousada que eu amei “conhecer”.

Foi nessa série que tive o meu primeiro contato com a paternidade solo, pelo menos que eu me lembre. E achei muito digno o relacionamento do sr. Covey com suas filhas, a maturidade e discernimento pra educar não apenas uma mas três garotas Covey. Então eu posso afirmar que tive, desde o primeiro livro, muita afeição e compreensão com os diálogos e atitudes do sr. Covey. Afinal de contas a maternidade, ou paternidade solo, não é fácil.

Resenha Agora e para sempre Lara Jean

Esse foi o final perfeito para uma série que não merecia ter um final mas sempre com um próximo passo de Lara Jean rumo ao futuro incerto que é a vida.
Gosto tanto dessa série que 1) é minha série de cabeceira, todos os livros estão aqui em cima da minha mesa de trabalho como lembrete de que eu tive ótimos momentos com os personagens da Jenny Han e 2) participei da semana especial Para todos os garotos que já amei, organizada pela Intrínseca, e que nem acreditei quando percebi que tinha vencido meus próprios limites.

Alguns dos assuntos foram discutidos em vídeo, outros em posts e essa resenha você confere tanto em post quanto em vídeo. Deixo os vídeos logo abaixo pra você assistir, se inscrever e curtir os três livros da série da nossa querida Jenny Han!

Resenha Agora e para sempre Lara Jean

Vídeos:

Posts:


Carta para a Jessica de dez anos atrás | Cookies perfeitos da Lara Jean.

Livros anteriores:


Para todos os garotos que já amei
Jenny Han

Resenha


P.S: Ainda amo você
Jenny Han

Resenha

Se você já leu a série, ou alguns dos livros, fala pra mim o que você mais gosta na série! O primeiro livro também te deixou vidrada pelo próximo? E o segundo te encantou tanto quanto o primeiro? O que você achou do último livro?
Quem é o seu personagem favorito? Vamos conversar sobre PTOGQJA, peloamordeDeus!!!

Jenny Han

Aos 33 anos, Daniel Cole já trabalhou como paramédico, foi oficial da Real Sociedade Protetora dos Animais e membro da Guarda Costeira Real, sempre imbuído do desejo de salvar pessoas – ou talvez movido pela culpa de ter matado tantos personagens em seus textos. Boneco de pano é seu primeiro livro, escrito originalmente como piloto para uma série de TV, e, nos primeiros dias após o lançamento no Reino Unido e na Holanda, já foi direto para as principais listas de mais vendidos. Ele vive em Bournemouth, na Inglaterra.

Resenha | Deixei você ir :: Clare Mackintosh
Resenha | Boneco de pano :: Daniel Cole
 

Você também pode gostar de

1 Comentário

  • Responder Rubyane 2 de agosto de 2017 at 15:33

    “As pessoas ficam.
    As pessoas vão.
    Pra longe.
    Pra muito longe.
    Pra sempre.” Vish… fiquei um pouco preocupada com essa frase? Fiquei bastante preocupada.
    Ainda não li esse terceiro livro mas gostei tanto dos dois primeiros que quero ler Agora e para sempre o mais rápido possível!
    E sim, P.S: Ainda amo você me encantou tanto quando Para Todos os Garotos que já Amei, mesmo que eu tenha achado o primeiro melhor.
    E quanto aos personagens, a Kitty é a melhor, com certeza!

  • Deixe seu comentário