O parque do coração | Mãegnífica
Textos

O parque do coração

29 de fevereiro de 2016
Textos Fernanda 2

A gente se sente tão blue às vezes. Uma sensação de não de adequar ao mundo e a tudo que nos faz ser quem somos. Sentada na praça, deito para olhar o céu. Aquele sol, céu límpido. Adoro o verão. Parece que sempre me convida a ser mais. Ir além. Com meus óculos de sol marrom, me camuflo na paisagem. Não quero ser vista. Quero existir. Anseio pelas nuvens que se aproximam. E de repente ouço o som das araras se aproximando. Sempre em pares. Me faz pensar no amor. Como poderia ser mais fácil, mais límpido como esse céu que nos cobre. Esse parque é tão lindo. Me lembra do Parque Buenos Aires do Higienópolis. Um tour dentro do coração. Aquela brisa fria em meio às plantas. Pequenos pássaros em meio a selva de pedra. Trânsito, confusão. E eu ali, segura do mundo. Adorava sentar na grama e ler Clarice, ouvir Cazuza. Ouvia muito Engenheiros também na época, me fazia lembrar dos meus amores não resolvidos. Pareço acordar de um sonho bom. Levanto do banco e vejo teus olhos ao longe. As nuvens insistem em me castigar. Vejo formas que não deveria, não poderia. Ponho uma música no som, baixo, só para eu ouvir. Meu mundo particular, meu universo sem pontos finais ou parênteses fechados. Gosto de aberturas, de estar entreaberta para o porvir. Sou o porvir, o que é e o que posso ser..ah, poder.. poder ser o ar, a terra, o mar do nosso aconchego. Chego e penso, viajo, transmuto. Sol a pino. A brisa me leva. Ouço meu nome, hora de tentar ser. Mais uma luta, uma conquista. A paz dos seus olhos..

 

Você também pode gostar de

2 Comentários

  • Responder Juliana 29 de fevereiro de 2016 at 10:13

    Que lindo, Jeh!!! Adorei. Eu adoro praças e sempre faço isso, deito e olho o céu, as folhas balançando <3

    Beijos!

    • Fernanda
      Responder Fernanda 29 de fevereiro de 2016 at 22:43

      Que bom que gostou, Ju =D tb adoro fazer isso..
      Continue acompanhando..toda semana tem texto novo <3

      Beijão

    Deixe seu comentário