O bondinho de luz | Mãegnífica
Crônicas

O bondinho de luz

23 de outubro de 2017

Viver é um eterno mistério. Abro a página do livro, não anseio mais pela parte final, me delicio com a cor das páginas. São amareladas, cheiram biblioteca antiga. Me remetem ao tempo de faculdade que eu vivia na biblioteca do Mackenzie. Que lugar lindo era aquele.
Leio e leio, ouço os passarinhos cantarem, a maciez da minha cama me conforta, esse é o meu lugar. Como é bom estabelecer os parâmetros da vida de uma forma tão linear, desajustada, mas que caminha para uma direção. Dá um afago ao coração. Término o capítulo e me deito, bateu um sono. Por que não tirar um cochilo? Domingo à tarde, clima chuvoso. Aproveito minha vida do jeito que me faz ser mais leve, menos febril.

Quero sentir o mundo, mas para senti-lo, é preciso estar inteira. É para esse lugar que estou indo. Quer vir? Acompanhe o bonde, ele partiu bem antes de eu me dar conta.

Flutuo
O fim
 

Você também pode gostar de

Nenhum comentário

Deixe seu comentário