Minha história | Mãegnífica
Crônicas

Minha história

5 de junho de 2017

Me vejo refletida nas paredes do meu quarto. Brancas, plenas de si e cheias de mim. Marcas da minha vivência começam a se espalhar pelos cômodos do meu novo lar, mancha de vinho, resultado de uma noite de risadas e infinitudes. Tinta que escorreu pela cama ao abrir rapidamente uma caneta de quadro. Quadros de um outro eu que estava tentando redesenhar, redefinir.

Toda vez que mudava de cidade, aparecia um novo eu para eu aprender a lidar. Agora era diferente, havia mudado na mesma cidade por três vezes, três contextos antagônicos e ao mesmo tempo tão complementares. Me vejo um turbilhão de mudanças que ao final farão parte do que irei me tornar. Uma metamorfose ambulante, um espírito errante procurando um lugar para residir meu coração. Minha alma está por ai, a vagar, perambular pelos olhos dos transeuntes, dos cachorros famintos por um abrigo acolhedor. Minhas palavras, depois de escritas, não são mais minhas. Partes de mim voam por aí quando você as lê, fazem parte de você agora. Abriga uma parcela de mim tão terna e tão secreta, que só tenho coragem de mostrar ao escrever. Tenho medo. Tenho uma máquina de escrever. Preciso encará-la, encarar a minha vida de frente, batendo as teclas e redefinindo o curso da história, da minha história que está apenas começando.

Um novo jardim
 

Você também pode gostar de

Nenhum comentário

Deixe seu comentário